J.J. Abrams, o diretor de “Star Wars”: “É quase uma religião”